Uma Homenagem às Religiões do Mundo

Ouvir episódio

Eu dedico esse episódio a todas as religiões do mundo! Que nós possamos seguir juntos em direção ao amor do nosso Pai Celestial. Que a mão de Deus possa nos unir em torno de um único objetivo: a nossa evolução!

Transcrição do Episódio

Olá, meus irmãos e minhas irmãs! Minha família espiritual! Bom dia, boa tarde, boa noite a todos! Obrigado por prestigiarem mais esse episódio do Alma de Poeta! Hoje eu gostaria de fazer uma singela homenagem, através da música, aos diversos troncos religiosos que existem no nosso mundo. Quero deixar a minha homenagem às pessoas que cultuam outras crenças, cada uma enxergando Deus à sua maneira, cada uma tendo uma percepção própria da espiritualidade. Meu nome é Evandro Tanaka, eu sou médium umbandista e nesse podcast a gente fala sobre Umbanda, Espiritualidade, Mediunidade e também sobre poesias de um preto-velho.

Eu escolhi homenagear as diversas religiões que existem por meio da música, porque é através da música que nós conseguimos elevar o nosso espírito, que nós conseguimos mudar a nossa vibração, o nosso estado emocional. É através da música que nós conseguimos direcionar o nosso coração a Deus. Espero que vocês gostem dessa homenagem que eu faço de coração a todas as religiões! É claro que eu não vou conseguir abranger todas as religiões que existem, porque o meu conhecimento não chega a tanto. Então, se você pratica uma religião que não foi mencionada aqui, eu peço desculpas pela minha ignorância, mas sinta-se, da mesma forma, abraçado com o meu carinho e o meu respeito.

E a primeira religião que eu gostaria de homenagear é justamente aquela que construiu os alicerces da fé do povo brasileiro, principalmente nos séculos passados. Eu deixo aqui a minha reverência ao Catolicismo e todas as pessoas que professam essa fé maravilhosa.

[música católica]

Que música linda, né gente! “E ainda se vier noite traiçoeira, se a cruz pesada for, Cristo estará contigo. O mundo pode até fazer você chorar, mas Deus te quer sorrindo”. Um grande abraço a todos os católicos! Que o nosso Senhor Jesus Cristo e a Santíssima Virgem Maria possam abençoar a trajetória de vocês nessa comunhão sagrada com o espírito santo.

E a segunda religião que eu quero homenagear hoje é aquela que o meu querido avô seguia: o Budismo. Deixo o meu abraço e o meu respeito a todas as pessoas que praticam essa fé, essa filosofia de vida.

[música budista]

Nossa, que saudade do meu avô que deu agora! Que paz maravilhosa que traz essa música! E que voz linda desses monges cantando, não é mesmo? A essa filosofia de vida maravilhosa que é o budismo, eu deixo os meus sentimentos de paz e de luz. Que os ensinamentos de Buda possam nos trazer a iluminação, a transcendência.

A terceira homenagem que eu quero fazer é justamente ao berço onde eu nasci e onde eu fui criado. Deixo aqui a minha gratidão e o meu respeito ao espiritismo kardecista e aos espíritas que tantos conhecimentos me transmitiram no decorrer da minha vida. Eu ofereço a vocês essa música, meus irmãos! Pois com os ensinamendtos dos livros de Allan Kardec, hoje eu tenho consciência de que nada pode nos faltar e que nós somos filhos do Senhor das Estrelas.

[música espírita]

Que linda musica! Elevo o meu pensamento a Deus para que os grandes baluartes do kardecismo continuem a derramar conhecimentos e sentimentos que irão contribuir para o nosso crescimento interior, para a nossa reforma íntima.

Agora eu faço uma homenagem a uma religião que é pura musicalidade. Eles oferecem os seus cânticos como verdadeiras preces a Deus. Deixo aqui, por meio dessa música que eu acho maravilhosa, a minha singela homenagem aos Hare-Khrisnas.

[música hare-khrisna]

Eu fico impressionado com o entusiasmo e com a devoção que os hare-khrisnas cantam as suas músicas sagradas. Que as pessoas que devotam a vida a esse movimento, continuem a propagar esse amor e essa alegria pela vida espiritual, através do estudo do Bagavad-ghita e da consciência de Khrisna.

E eu faço aqui, agora, os meus votos de reverência ao islamismo. Ao povo muçulmano que tem uma fé tão linda. A essa religião que foi fundada pelo profeta Maomé, compilando ensinamentos no livro sagrado do Alcorão.

[música islâmica]

Eu deixo o meu respeito e a minha admiração ao povo muçulmano. Que Allah possa no trazer as suas bençãos, derramar o seu amor sobre a nossa humanidade. Insha Allah! Graças a Deus.

E eu faço também a minha homenagem ao Hinduísmo. A essa religião que nasceu e que é difundida na índia, através de várias vertentes, que assim como a Umbanda, também tem um panteão de divindades: Brahma, Shiva, Vishnu, Ganesh, Indra, Kama, Surya, dentre tantas outras divindades… Minha homenagem, através dessa música ao povo hindu!

[música hindu]

Essa é uma música sagrada do hinduísmo que se chama Gayatri Mantra. Eu não sei do que fala a letra, mas quando eu quanto essa música, parece que a sonoridade das palavras entram lá dentro da minha alma. A música que eu aprendi a cantar tem uma melodia diferente. Aliás, esse mantra tem várias melodias, né? Eu costumo cantar assim: “Om bruh buvasvahah…” Eu acho linda essa canção. Que todos os deuses cultuados no hinduísmo possam abençoar esse planeta! E já que estamos falando de deuses, eu aproveito também para homenagear essa religião que é prima da Umbanda, e que foi trazida pelos negros africanos aqui para o Brasil. Os meus respeitos e o meu sentimento fraternal a todo o povo do Candomblé!

[música de candomblé]

Esse é um ponto lindo de Oxalá cantado no Candomblé. Foi o primeiro ponto em Iorubá que eu aprendi a cantar. É linda essa canção, né gente? Que os Orixás sagrados possam envolver a cada um de vocês, meus irmãos do candomblé, trazendo felicidade, prosperidade e paz. Deixo aqui também a minha reverência a todas as igrejas pentecostais que foram criadas. A minha homenagem a vocês, evangélicos! Que Jesus Cristo continue sendo sempre o norte e o caminho na vida de vocês!

[música evangélica]

Essa música é um pouco antiga, mas é uma das músicas evangélicas mais lindas que eu já ouvi. A letra dessa música é linda, né gente? Quanta sensibilidade, quanta elevação nesses cântico! Um grande abraço a todos esses nossos irmãos em Cristo! Faço agora a minha homenagem a uma religião que é a antecessora do cristianismo: a religião judaica! Essa que talvez seja uma das religiões monoteístas mais antigas do mundo. Que o povo judeu receba os meus sentimentos de amor fraterno por meio dessa música!

[música judia]

É linda essa música, né? Ela fala o quão grande é o nosso Deus! Que o profeta Abraão continue a iluminar essas religião tão antiga e continue a inspirar os judeus a interpretar a palavra de Deus por meio do seu livro sagrado: o Torá! E por fim, para finalizar essa homenagem que eu faço a todas as religiões, eu não poderia deixar de homenagear a minha. Essa religião que me traz tanto conforto, tantos sentimentos elevados: Saravá, povo da Umbanda! Saravá, meus irmãos de fé! Que vocês também recebam o meu carinho, por meio desse ponto que eu acho tão bonito!

[ponto de umbanda]

E é isso, meus irmãos e minhas irmãs queridas! O episódio de hoje ficou um pouco longo, mas já faz um tempo que eu queria fazer essa homenagem, não só aos irmãos encarnados, como também aos espíritos protetores que cuidam de cada uma dessas religiões. A minha eterna gratidão a essas falanges de espíritos que nos conduzem pelo caminho da evolução.

Espero que vocês tenham gostado, e me digam o que vocês acham dessas outras religiões! Entrem em contato comigo e contem a experiência que vocês tiveram ou que vocês estão tendo com a sua religião! Eu vou ficar muito feliz de ouvir e de poder compartilhar a experiência de vocês aqui no podcast. Entrem lá no almadepoeta.com.br e mandem uma mensagem para mim!

Um grande abraço, fiquem com Deus! E que o nosso senhor supremo possa continuar iluminando a nossa caminhada!

Deixe seu comentário

Mais deste assunto

Episódio 64
Nenhum número escolhido ainda